Viator
A partir de USD 69,00

Exibir guia de preços

Garantia de preço baixo

  • Guardar

Avaliado por: RENATO T , Janeiro 2016

Achei muito interessante o passeio. Tivemos um guia excelente, que nos contou boa parte dos acontecimentos históricos que tiveram a cordlheira como pano de fundo, como a libertação do Cjhile por San Martin e a construção da ferrovia. Imaginava que teriamos acesso mais perto ao lago de Potrerillos, mas foi apenas uma rápida parada num trecho da estrada, longe do lago. O pior de tudo foi admirar o Aconcágua A 40 QUILÔMETROS DE DISTÂNCIA!!!! Não tinha pretensões de escalar o pico, mas também não imagineira que ficaríamos tao longe dele. Os pontos de parada são muito ruins, com infraestrutura precária, com pequena ressalva para Uspallata. O local do almoço em Las Ciuevas também nao agradou. A parada na estação de esqui para quem quisesse subir no teleférico poderia ser incluida no programa, com tempo suficiente para que quem quisesse subir puudesse fazê-lo. No nosso passeio, o guia promoveu uma votação. Como apenas duas pessoas manifestaram vontade de ir até o alto do morro, ele decidiu que seguiríamos viagem tão logo as pessoas voltassem do banheiro. Eu não optei por subir, mas acho que a vontade de quem queria deveria ser respeitada. Deveria ser incluido no passeio o Cristo Redentor dos Andes.

Avaliado por: C A D S , Julho 2015

A guia foi boa, mas o passeio foi decepcionante. Na verdade, é um passeio desnecessário. Vale só pela Puente del Inca.

Avaliado por: Aura , Brasil, Janeiro 2014

Nosso guia se trasou muito, quase uma hora, e todos estavam bastante aborrecidos. O motorista foi buscar um menino num conjunto habitacional de perferia, em Guaymallén, e se perdeu. Assim, perdemos quase 2 horas no total, logo na ida. Por causa disso, todas as paradas foram rapidas e guia e motorista estavam sempre com pressa, tentando cumprir o roteiro. Estavamos em 22 turistas (24 com guia e motorista) a quando comprei o passeio, se dizia que estariamos em and quot;pequenos grupos and quot; o q não era verdade.Paramos para almoçar perto de 16 hs, num lugar muito simples e tosco, na fronteira com o Chile. O almoço foi muito caro pelo q foi servido, pois a comida estava no final e requentada. Nos cobraram $50,00 pesos argentinos, por cabeça, fora o refrigerante; e nosso guia podia ter parado antes, em lugar mais decente; continuando depois a subida dos Andes. Na volta, como o atrso fosse grande, e já estivessemos perto das 19 hs, todos fomos deixados a 2 ou 3 quadras de nossos hoteis. O guia se limitava a dizer para and quot;andar um pouquinho and quot; para q o onibus não saisse do caminho, pois era muito tarde. O passeio é muito bonito, mas o serviço prestado não correspondeu ao comprado.

Avaliado por: Maria A F S , Janeiro 2014

Embora a excursão tenha sido interessante, achamos que a propaganda foi enganosa já que ela dizia: continue em direção ao oeste para Las Cuevas, na fronteira com o Chile e, então, inicie a estrada para Aconcagua, a montanha mais alta das Américas com aproximadamente 6.960 metros. Seu motorista o levará para um mirante exclusivo para apreciar a paisagem espetacular e tirar fotos.
Em nenhum momento estivemos nem na base do Aconcágua.